Para que uma produção saia dentro do esperado, é preciso que a preparação da pele seja redobrada de cuidados, começando pela aplicação da base de maquiagem. Essa, que é uma das primeiras etapas de qualquer transformação, precisa levar em conta alguns pontos, como o tipo de produto e como ele deve ser aplicado.

Ao falarmos de uma base de maquiagem líquida, a uniformidade da pele é o maior objetivo a ser alcançado. Mas como fazer isso? Quais “ferramentas” de beleza usar?

Neste blog, falaremos sobre 3 formas de aplicar base de maquiagem líquida. Bem como as vantagens e desafios que cada jeito apresenta. Vamos entender melhor juntas?

Base de maquiagem e suas características

O principal objetivo de uma base de maquiagem é uniformizar a pele. Isso quer dizer que este item serve para disfarçar manchas, olheiras, espinhas e ainda igualar o tom nas diferentes partes do rosto. Se pudermos definir em uma única palavra: cobertura.

Mas diferente do que muitos pensam, cobrir não necessariamente é sinônimo de esconder. Pois quando se decide fazer uso de uma base de maquiagem significa que nos preocupamos mais em valorizar a beleza que já faz parte de nós do que em esconder-se atrás dos padrões.

Já que todo mundo que utiliza maquiagem gosta de bons resultados, é preciso tomar cuidado em como a gente aplica cada produto. Pois somente com o bom uso é que teremos uma finalização e resultados agradáveis.

Para começar, vamos falar da pele. O uso de base de maquiagem é um dos primeiros passos, senão o mais importante, para se ter uma produção completa. Então vai necessitar um pouco de atenção nessa etapa. Não significa que ela seja difícil! Mas é crucial que a finalização do produto esteja de acordo.

Aplicação da base de maquiagem

Antes de tudo, esteja com a pele limpa, seca e hidratada, já é metade do caminho, acredite! Em seguida, separe a sua base de maquiagem e certifique-se que o tom está compatível com a sua pele.

Se tratando de aplicação, existem várias formas e aqui falaremos de 3 tipos: com pincel, com esponja de maquiagem ou com os próprios dedos. Cada uma delas proporciona resultados diferentes, aí fica a seu critério decidir qual dos jeitos lhe deixará mais confortável.

Pincel para base

Quase tudo no mundo da beleza é feito com ajuda de pincéis e com a base de maquiagem não seria diferente. Este item é um poderoso distribuidor de produtos, não é à toa que pintamos paredes com pincéis, né? Ele é um dos mais conhecidos para espalhar maquiagem.

Como qualquer ferramenta, o pincel para base possui benefícios e desafios no uso. Porém a perspectiva é boa para quem deseja testar esse formato, pois o que mais chama atenção é a praticidade de utilizar esse tipo de aplicador. Mas talvez não seja toda loja de maquiagem que tenha ele disponível à pronta entrega.

Esponja de maquiagem

As esponjas de maquiagem geralmente vem em formato de “gota”, com uma ponta mais fina que a outra e também com uma parte mais “reta”. Isso pensando em alcançar todos aqueles pontos que podem ficar para trás na aplicação da base de maquiagem: canto do nariz, interno dos olhos etc.

Além de não acumular produto, as esponjas podem ser utilizadas para fazer os contornos do rosto, conseguindo um ótimo esfumado. Ou seja, é o item que deixa a menor quantidade possível de marcação na pele. Logo, se está procurando naturalidade e uniformidade, esse é o caminho. Confere alguns benefícios e desafios:

Boa e velha mão

Para quem não testou ainda nenhum dos itens anteriores (mais indicados, sem dúvidas), pode fazer o processo do jeito mais primitivo possível: aplicar a base de maquiagem com a ponta dos dedos. E não há segredos, basta pegar um pouco do produto e ir dando batidinhas aqui, arrastando um pouquinho ali e pronto.

O grande porém nesse caso é a falta de uniformidade, já que com a ponta dos dedos o controle sobre quantidade de produto e sobre aplicação das mais diversas áreas do rosto é quase inexistente. Veja agora os benefícios e desafios deste método:

Qual escolher para aplicar a base de maquiagem?

A escolha vai depender, quase exclusivamente, do resultado que você espera e também do produto que está utilizando. Prefere um acabamento leve e natural? Opte pela esponja em formato de gota, ela distribui bem a base mas sem fazer camadas mais densas. Além do mais, se a sua base de maquiagem for cremosa ou mais densa, vai ter mais facilidade com esse método.

Agora se a ideia é ter um acabamento matte e mais carregado, o pincel é a melhor opção, já que com ele trabalhamos com camadas mais generosas de produto. E para melhores resultados, trabalhe sempre com o pincel limpo. Dessa forma, evitamos marcações ou mistura de produtos e tons.

Em contrapartida, não podemos esquecer dos dedos que podem aumentar a oleosidade na pele e prejudicar o efeito de pele seca e sem brilho, mas que é uma ótima saída em últimos casos. Basta fazer a aplicação com calma, manter a pele e as mãos limpas que tudo fica bem,

Mas a ideia aqui é te mostrar que todos os jeitos podem dar certo, basta adaptá-los à sua realidade, não esquecendo de fazer uma escolha confortável. Já que uma pele bonita e bem feita é aquela capaz de aumentar nossa autoestima e nos fazer sentir bem conosco.

Independente de qual o seu jeito de passar a base de maquiagem preferir, faça sempre com o máximo de conforto. Se embelezar deve ser um momento nosso e deve trazer felicidade. Porque ser Bella, é ser você!

Para mais dicas sobre maquiagem, tendências e produtos, acesse nosso blog. Clicando aqui você encontra muitos produtos, inclusive a base de maquiagem e a famosa esponja gota. Faça o teste!